Sem categoria

Privatizar TPM e introduzir o Metro de Maputo (?!?!)

O Jornal notícias de hoje, no seu caderno de economia aponta que o pesquisador e engenheiro mecânico António Matos, autor de um estudo intitulado “Transportes Públicos Urbanos”, apresentado e debatido há dias, em Maputo defendeu a necessidade de a empresa Transportes Públicos de Maputo (TPM) ser privatizada futuramente para poder desempenhar um papel mais eficiente para o benefício dos cidadãos.
Um outro engenheiro Mecânico, Erik Charas, também pesquisador, defendeu na mesma ocasião o “Metro de Maputo”, desafio que considera viável, uma vez que, segundo argumenta, o País tem recursos para o efeito.
É preciso começar-se a pesquisar e a reflectir também sobre as opções e modelos de governação que pretendemos adoptar em Moçambique, se vamos continuar a privatizar tudo ou a economia pública ainda pode continuar a ter um peso significativo em áreas como transportes urbanos e outras tendencialmente concorrenciais.
Eu não sou apologista da privatização total dos transportes públicos urbanos, porque podem gerar ineficiência. Só na cidade de Maputo, onde efectivamente há carência em termos de transporte urbano público, é bom que se saiba que o fluxo de passageiros é muito elevado e que os custos para o bolso do cidadão são mais reduzidos quando optam pelos carros dos TPM.
O Problema na minha óptica, está na forma como os decisores de política de transportes em Moçambique lidam com esta situação, e com a sensibilidade desses decision makers em relação ao funcionamento do sistema, sem descurar de outros factores.
É necessário que a própria empresa TPM tenha um olho empresarial (tal como faz com os autocarros de luxo) que não ponha em causa o benefício social da sua actividade.
Em relação ao “Metro de Maputo”, isso faz-me lembrar um candidato à Presidente do município de Maputo há anos atrás, que no seu manifesto de campanha eleitoral apontava como trunfo o metro de Maputo. Se não me falha a memória o candidato era Silvério Ronguane, um académico.
Sem tirar o mérito ao pesquisador Charas, afinal de contas tudo é possível, acho que essa solução é boa e possível sim, mas quem sabe no futuro…
É pena que não possamos aceder imediatamente a estes estudos, assim teriamos mais informação sobre como foram efectuados e até podia se dar o caso de não ser necessário estar a divagar sobre aspectos já levantados no estudo, mas se fosse possível gostariamos que fossem mais divulgados.
Standard

2 thoughts on “Privatizar TPM e introduzir o Metro de Maputo (?!?!)

  1. Anônimo says:

    Permita-me. Maputo e pequeno para um metro, talvez precise de vias mais largas e melhor cuidadas, ai autocarros no lugar de chapas. Preciso replanificar e corrigir problemas de acessibilidades a cidade, e parar de congestiona-la com mais construcoes. Se nao acontecer isso mesmo que comprem 1000 auotcarros onde irao circular?

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s