Sem categoria

APELO

Camarada, companheiro, combatente,

É rica e bela a herança que deixaste:

Homens e mulheres irmanados numa causa justa,

A terra livre que as nossas mãos fecundam,

A lenda viva dos libertadores da pátria.

Tudo isto nos legaste, fruto das longas marchas,

Da unidade com o povo, da tua arte

e saber profundos.

Ah, e a Mensagem: mensagem de luta e paz,

De entrega total, de justiça, de igualdade,

De denúncia e combate aos que se vendem.

 

Porque cresceste no fogo das batalhas,

Alheio às intrigas dos palácios,

A tua alma é livre. Reside aqui

A tua grande força.

É certo: já não és a força justiceira

Que fazia mover a terra

E tremer o inimigo.

Mas és ainda a esperança,

A inspiração e a bandeira.

 

Camarada, no novo tempo que emerge

Em que os abusos são regra, e os outros

Se conformam ou pactuam,

Tens tu de novo que erguer-te

E prosseguir a missão.

E armado da tua crença,

Do eterno amor pela pátria,

Ao apelo do povo dizeres “Basta”! e destroncares

Aqueles que hoje, agora, impunemente

São os novos inimigos:

Os chefes sem rosto que traficam o poder,

Os mandantes do crime que planeiam na penumbra,

Os donos da droga que viciam os teus filhos,

Os chefes venais cobradores de comissões

(“quinze por cento p’ra mim, ou não assino”),

Os que te instam a apertar o cinto

quando os seus ventres engordam,

Os juízes corruptos que ilibam a quem mais paga,

Os que vendem a pátria

A quem mais paga.

 

Camarada, no novo tempo sem lei

Tens tu de novo que erguer-te

E prosseguir a missão.

 

Jorge Rebelo

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s