Basilio Muhate, Inteligencia dos Moçambicanos, Moçambique, Mulher Moçambicana, Sem categoria

A Psicologia do eu e do outro: reflexões rumo à operacionalização epistémica

Maria Passades Pereira*

O euismo, o outrismo e o nossismos são formas (ins)conscientes de ideologia e de comportamento de educação, de socialização, de culturação e, quiçá, de politização. A Narrativa Moçambicana precisa e deve ser indagada de forma cristalina por várias áreas do saber, não para encontrar a resposta ou fórmula mágica, mas, para juntas, estas áreas do saber terem ferramentas e instrumentos analíticos para ofertar a sociedade para um melhor entendimento desta desta bela narrativa com nome masculino: Moçambique.

Qual seria o contributo da Psicologia (Social) para o ethos Moçambique como um campo fértil, despido, cru, místico, completo, incompreensível, curioso e por lapidar? Ou por outra, esta elasticidade composta por uma (des)harmonia dos contrários é aqui pensada não de forma preconceituosa, mas sim, na sua relação entre o euismo e outrismo onde ambas levariam ao nossismo. Pois, para uns, a Narrativa Actual Moçambicana pode ser um campo de aberturas analíticas e, para outros, pode ser um campo fechado, linear e sem esperança, quando estes dois não comunicam, não procuram uma forma de entendimento, entram para um status quo nocivo que levaria a pontes quebradas, onde de um lado tens o eu e do outro lado bem distante tens o outro que pensa de forma diferente e, consequentemente, é visto como o eterno outro a abater (no sentido de: colocar à margem da sociedade e da cidadania), o que seria o nossismos.

Continue reading

Standard
Geraçao 8 de Março, Moçambique, Mulher, Mulher Moçambicana, OMM, Sem categoria

Dedicatória pelo dia Internacional da Mulher 

8  de  Março é o dia  Internacional  da  Mulher, que em Moçambique celebra-se sob  o Lema:”As  Mulheres  no  Mundo  do  Trabalho  em  Mudança:  Por Um  Planeta  50-50  em  2030”. Quero associar-me a este movimento de reconhecimento à Mulher, particularmente à Mulher Moçambicana, nossa avó, nossa mãe, nossa irmã, nossa esposa, nossa filha, nossa amiga, nossa colega,  pela passagem deste dia.

Não há dúvidas que a Mulher sempre demonstrou a sua abnegação, dedicação e sacrifício nas acções que desenvolve em prol das famílas, das comunidades e da sociedade em geral.

As mulheres são grandes percursoras e activistas da igualdade do genero, participaram activamente na luta pela independência de Moçambique,  criaram o Destacamento Feminino que mais tarde viria a ser a Organização da Mulher Moçambicana (OMM)  grande impulsionadora do movimento associativo feminino em Moçambique.

Orgulho-me em constatar que nos campos político, económico e social existem em #Moçambique e em todo #Mundo, mulheres que se destacam pelo mérito e pela abnegacção às activitidades que desenvolvem.

 Desejo festas felizes  à  toda #Mulher  do  Mundo e  em  particular a Moçambicana por esta data.

wp-1488964186069.jpeg

Ps: Não posso deixar de felicitar aos jovens da Geração 8 de Março que em Moçambique, sob liderança do Presidente Samora Moisés Machel, se destacou  em tarefas de construção do estado Moçambicanos no período pós-independencia.

Standard